Primeiras Impressões: Dynasty


Dynasty é uma série que eu estava bem ansiosa pra ver, assisti o trailer pela primeira vez por causa de Riverdale, não lembro bem o que especificamente me levou até o trailer, mas lembro perfeitamente de ter ficado muito ansiosa pela estreia. Confesso que além do trailer eu não procurei saber mais nada, então acabei sendo surpreendida pela notícia de que a Netflix passaria um episódio por semana e quinta feira, em pleno feriado de 12 de outubro foi liberado o primeiro episódio. Dynasty é mais uma série na lista da fall season lá do Banco de Séries (quem tem conta lá aproveita e me adiciona gente) e é a escolhida de hoje para o quadro primeiras impressões.

Essa série é baseada em outra de mesmo nome que foi exibida entre os anos de 1981 e 1989. Eu nunca assisti a primeira versão então não tenho nada para comparar, o que sinceramente pra mim é ótimo. Dynasty conta a história da disputa entre duas das famílias mais ricas da America, os Carringtons e os Colbys que brigam pelo controle das suas fortunas e dos filhos. O foco é principalmente na briga entre Fallon Carrington, filha do bilionário Blake Carrington e a futura esposa dele, Cristal. Quando vi os comentários sobre Dynasty, muito se falou de que ela seria uma nova Gossip Girl, mas particularmente não achei que tenha tanta coisa haver, pelo menos por enquanto.


Os criadores desse remake são exatamente os mesmos de The O.C e de Gossip Girl, talvez por isso as infinitas comparações. Nesse primeiro episódio de Dynasty, logo de cara nós conhecemos a Fallon, que pelo que eu pude perceber se esforça o quanto pode para mostrar ao pai que merece ser promovida a CEO da empresa da família. O problema é que o pai dela não enxerga isso e na verdade até passa por cima dela em um momento específico desse piloto. Também conhecemos Steven, irmão de Fallon, ele é gay e pelo que entendi não consegue se entender bem com o pai por terem valores diferentes um do outro, mas ele acaba voltando pra casa e junto com Fallon são surpreendidos pela notícia de que o pai está noivo de Cristal, uma funcionária dele. Inicialmente você pode até achar que Cristal é uma pessoa confiável, mas, pelo menos, pra mim essa impressão passou em menos de cinco minutos. No decorrer do episódio ficamos sabendo inclusive que existe algum mistério por trás de Cristal, arrisco dizer que talvez ela esteja armando algum golpe contra a família Carrington, mas isso é apenas uma suposição minha. Durante todo o episódio vemos Fallon e Cristal brigando, já que Fallon não confia em Cristal e toda essa disputa provavelmente se tornará ainda mais evidente agora que ela descobriu que o cargo que tanto queria na empresa foi dado a Cristal.

Também temos Matthew, um namorado de Cristal que tem uma esposa com algum problema que ainda não sabemos o que é e nem o que deu origem a ele, mas quando Fallon descobre sobre o envolvimento entre Cristal e Matthew vai tentar se aproveitar disso para afastar seu pai de Cristal em uma tentativa frustrada e que acabou acontecendo o contrário do que ela esperava. Esse primeiro episódio já nos trouxe alguns mistérios que nem que seja minimamente vão te fazer querer assistir ao próximo episódio.


O problema de Dynasty pra mim por enquanto é que ela é aquele tipo de série em que os dramas são exagerados até demais, as atuações de alguns atores em alguns momentos também se tornam um pouco exageradas, mas talvez seja a intenção. Nesse piloto eu não tive minha atenção totalmente presa, confesso que inclusive algumas vezes acabei me distraindo e precisando voltar pra não perder nada, mas já em outras partes conseguia me sentir presa a série. Por enquanto eu vou precisar assistir mais alguns episódios pra ter uma opinião definitiva sobre Dynasty. Achei uma série muito boa, mas nada extraordinário. É uma série meio novelão. Vamos esperar pelo episódio da próxima semana, quem sabe a série me ganhe finalmente.

E vocês já assistiram essa série? O que acharam? Tem alguma série que vocês estão muito ansiosos pela estreia ou pelo retorno quem sabe?

LEIA AQUI TODOS OS REVIEWS DA FALL SEASON

Playlist da Camie: minhas favoritas dos últimos meses!



Já faz algum tempo que eu queria fazer uma playlist nova aqui pra o blog, a última que eu fiz foi a de Os 13 Porquês e na verdade foi também a primeira que eu fiz pra cá. A minha intenção era tentar criar pelo menos uma playlist com as minhas preferidas do mês, mas acabava sempre deixando de lado. 

Hoje eu finalmente decidi criar uma playlist com algumas das minhas músicas favoritas nos últimos meses. São as músicas que eu mais tenho ouvido, algumas mais recentes, outras menos. Mas eu sou assim, às vezes eu resolvo ouvir uma música mais antiga e não paro de ouvir até enjoar, apesar de que mesmo as mais antigas dessa playlist são razoavelmente recentes. Os artistas tem alguns com várias músicas, até porque analisando bem todas as músicas que tenho escutado muito, elas não estão muito variadas nem em ritmo e nem no artista. 

A playlist tem exatamente 40 músicas, com o tempo total de 2h18min e alguns artistas que coloquei são: Selena Gomez, Fifth Harmony, Shawn Mendes, Maroon 5, Anavitória, Charlie Puth, Ed Sheeran, Esteban, Alok, Zara Larsoon, Dua Lipa,  Little Mix, Manu Gavassi e mais alguns. Espero que vocês gostem. 


Mas e vocês o que estão ouvindo ultimamente? Estão viciados em alguma música? 

Primeiras Impressões: The Good Doctor


Todo ano, desde 2012 o site Banco de Séries faz um projeto para assistir aos pilotos das novas séries, esses projetos são divididos para as séries da fall season, mid season e summer season. Esse ano eu decidi participar já que muitas das séries que eu assisto dei uma enjoada e coloquei na geladeira, outras eu estou meio atrasada e sem a menor pressa de colocar em dia. Pensei que seria legal compartilhar por aqui as minhas primeiras impressões de cada série e ai quem sabe vocês possam conhecer mais algumas e se interessem por assistir não é?

Comecei meu projeto fall season saindo totalmente da minha zona de conforto. Eu nunca fui muito fã de séries com temáticas hospitalares, sempre tive o estômago fraco para tantas cirurgias e alguns casos específicos por causa da quantidade de sangue que aparece nas cenas e eu me sinto pouco à vontade vendo. Só que acabei assistindo The Night Shift na Globo (por lá a tradução da série é Plantão Noturno) e acabei me interessando muito por ela, então quando vi The Good Doctor na lista do fall season desse ano logo comecei por ela e gente, que série é essa? Eu fiquei apaixonada.

The Good Doctor conta a história do Dr. Shaun Murphy, um jovem cirurgião diagnosticado com autismo e síndrome de Savant. Ele decide sair de sua pequena cidade no interior para trabalhar na equipe de cirurgia de um renomado hospital. Shaun tem uma mente pra lá de incrível e seus dons médicos fazem com que ele possa ser capaz de identificar os problemas dos pacientes mesmo quando ninguém colocaria muita fé no diagnostico que ele está dando e isso já fica bem claro no episódio piloto. E apesar de Shaun ter uma mente incrível, ele tem dificuldade em se conectar com as pessoas a sua volta.


Nesse piloto, Dr. Shaun está no aeroporto a caminho do hospital em que vai trabalhar quando acontece um acidente que acaba ferindo um garoto de oito anos. Ele se aproxima e fala que o médico que se ofereceu pra salvar o garoto está fazendo o procedimento de forma errada, o médico obviamente acaba ficando desconfiado, assim como a maioria das pessoas ao redor, mas rapidamente ele mostra que estava certo e começa os primeiros socorros da vítima, enquanto as pessoas ao redor filmam o momento e colocam na internet, o que em determinado momento do episódio ajudará Shaun, já que o conselho do hospital não concorda com a contratação dele por causa de suas limitações. O episódio foca principalmente no caso desse garoto que foi salvo graças ao Dr. Shaun.


Também é nesse episódio que já temos uma pequena noção de quem são os outros personagens da série, mas por enquanto só gostei realmente do presidente do hospital, que é quem contratou e que tentava convencer a todos do conselho que contratar Shaun seria bom para o hospital e que não causaria problemas. Também gostei da Claire, apesar de não ter tanta certeza ainda sobre ela já que não deu pra conhecer muito da personagem no piloto, vamos esperar pra ver qual é a dela. Mas a verdade é que Dr. Shaun é de longe o meu personagem preferido, que está sendo interpretado maravilhosamente bem por Freddie Highmore, que já nos deu provas de seu grande talento ao interpretar Norman Bates na série Bates Motel, finalizada a pouco tempo.


Gostei muito do tempo com que as coisas acontecem, achei que não enrolaram muito. Até mesmo os flashbacks que em algumas séries acabam sendo uma parte meio cansativa, no caso de The Good Doctor não foi. Foram flashbacks necessários para entender mais sobre o Dr. Shaun. Uma coisa que eu gostei muito também foi da edição do episódio que foi feita de uma maneira que a gente se sente dentro da mente dele quando Shaun começa a analisar as opções sobre a situação do paciente e aparecem explicações desenhadas e escritas na tela, além das partes do corpo ilustrando aquele problema. Adorei também que o Shaun fala algumas coisas que acabam pegando os outros de surpresa e sem reação, isso ocorreu duas vezes no episódio e a última quando ele chama o Dr. Neil de arrogante foi a minha preferida. E tenho que dizer, pela primeira vez na vida eu chorei em um episódio piloto de série. A hora que ele explica pra o conselho do hospital o porque dele querer ser cirurgião me deixou emocionada e derramei algumas lágrimas.



The Good Doctor é com toda certeza uma série que eu continuarei assistindo porque me apaixonei por ela e quero muito ver como será contada a história do Dr. Shaun. Os escritores têm em mãos uma ótima história e eu espero que os próximos episódios sejam tão bons ou melhores quanto o piloto. E vamos deixar claro que sendo essa mais uma série que se passa em meio a um hospital é praticamente impossível não ter vários clichês ou mesmo coisas parecidas com as outras tantas mil séries sobre o tema já existentes. Mas se você não tem problema com isso, é uma ótima série e se você assistia House e gostava, a chance de você gostar também de The Good Doctor é bem grande.

Então me contem nos comentários, vocês já assistiram a essa série? O que acharam? Se não assistiram aproveitem pra me indicar as séries que vocês mais gostam. Vamos conversar sobre elas.

LEIA TODOS OS POSTS SOBRE AS SÉRIES DA FALL SEASON AQUI

Marcadores de livros para download


O post de hoje estava nos rascunhos faz um bom tempo e enquanto eu olhava os posts pra tentar liberar algum hoje, achei que seria uma ideia legal. Eu sempre quis disponibilizar varios freebies por aqui, mas confesso que nem sempre tenho criatividade o suficiente pra criar eles. No dia 1 eu disponibilizei um wallpaper de calendário do mês de agosto e ainda pretendo criar dos próximos meses e até mesmo outros tipos de freebies. Mas enquanto eu não crio, trouxe esse post que é bem antigo, fiz na fase antiga do blog antes de eu excluir tudo, mas como eu disse no post sobre recomeços, alguns dos posts antigos ainda refletem coisas que eu gosto ou que eu realmente queria trazer pra o meu cantinho, resolvi dar uma olhada e modificar algumas coisinhas e trazer novamente esses marcadores de páginas lindinhos pra vocês. Eu sou bem viciada em marcadores e tenho uma pequena coleção que espero aumentar em breve, então acabo sempre pesquisando um ou outro marcador pra imprimir. Se vocês gostarem desse post posso fazer uma parte dois com mais alguns marcadores. 



Esses eu achei bem fofinhos. Gostei desse padrão, e das cores também. Meu preferido foi o rosa. No blog Design Eat Repeat tem vários freebies bem bonitinhos para download, mas esse blog eu indico não só os freebies, como também o blog em si. Ele é todo muito organizadinho, com cores lindas, posts muito bem organizados e com fotos lindas. Vale a pena dar uma olhada.

2. Preto e Branco 

Esses marcadores são muito lindinhos. Eu amo a combinação do preto e branco e gosto principalmente das estampas de listras e bolinhas, são minhas preferidas sem dúvida. Assim como no anterior, o blog Jessica Marie Design tem alguns freebies bem bonitinhos para baixar, então indico super pra vocês darem uma olhadinha nos outros arquivos de lá, quem sabe não encontra mais alguma coisa que você gosta né? Ela também tem uma lojinha no etsy, onde você encontra mais alguns conjuntinhos de marcadores, o preço varia dependendo do dólar, mas vai que você se interessa. No dia de hoje (23/08/2017) o kit com seis marcadores está pelo valor de R$19,67. 


Bom, eu não poderia deixar de compartilhar algo de Harry Potter né? Não sou a maior fã, mas gosto muito e já li os livros e assisti os filmes. Foi a primeira saga nesse estilo que eu li. Nesse mesmo blog onde vocês podem baixar esses marcadores de Harry Potter, tem mais alguns freebies que talvez possam interessar vocês. 

Todos esses marcadores foram de blogs internacionais, mas achei eles tão bonitinhos que não pude evitar, em um próximo post posso trazer mais de blogs nacionais já que quero trazer mais alguns em breve e quem sabe até criar alguns pra disponibilizar, mas pra isso preciso da ajuda de vocês. Deixem ai nos comentários qual tipo de marcador que vocês gostam, livros, frases ou até cores que vocês gostam mais, porque assim posso anotar e ir criando alguns pra vocês. 

5 sites para encontrar imagens free de alta resolução


Acho que todo mundo sabe a importância de uma foto de qualidade nos posts do blog né? Não que tenhamos obrigação de usar uma foto com aquela super qualidade profissional, mas se queremos tornar nosso blog minimamente agradável aos olhos acho que uma foto legal e de qualidade no minimo ok já ajuda um pouco né? Sei que nem todo mundo tem uma câmera boa, alguns tem apenas a câmera do celular e sabemos que não são todos os celulares que tem uma qualidade satisfatória, então o que fazer na hora de postar algo e você quer uma foto bonita que combine com aquilo que está sendo falado no post? Eu não sei vocês, mas eu gosto de procurar pela internet, mas sempre corremos o risco de mesmo dando os créditos da foto o autor querer que a foto seja retirada, então imagine a dor de cabeça que isso pode causar né? Para tentar ajudar um pouco vocês, trouxe hoje 5 sites que eu costumo procurar fotos para o blog.

SplitShire

O SplitShire é do Daniel Nanescu um fotografo e designer gráfico italiano que distribui gratuitamente suas fotos exatamente com a intenção de ajudar blogueiros, designers e qualquer outra pessoa que precise achar uma foto legal pra trabalhar. Ele também tem um pacote pago caso você se interesse, custa US$20. Mas obviamente vocês encontram fotos muito legais de graça por lá.

Pexels

O Pexels é o meu preferido, lá eu encontro todo tipo de foto e a grande maioria são super bonitinhas. Acho que vale a pena perder alguns minutos ou quem sabe, se você for como eu pode perder algumas horinhas dando uma busca por imagens lá. Inclusive, a foto de inicio do post també é de lá.

Jay Mantri

Jay Mantri é um designer que libera suas fotos grátis em seu site para você usar no seu blog ou em trabalhos que precise de imagem de qualidade. Acho que seria mais indicado para quem procura foto de paisagens.

Jé Shoots
O Jé Shoots eu conheci a pouquissimo tempo, mas confesso que adoro ele. Tem algumas fotos bem legais e que combinam com diversos tipos de posts. É só entrar lá, escolher e fazer seu post todo lindinho.

ISO Republic
O ISO Republic também tem umas fotos legais, mas confesso que não olho muito lá, mas como gosto depende de cada um acho ele um site legal também pra dar uma pesquisada.

E ai gente, gostaram? Me contem o que acharam dos sites, já conheciam? Vocês conhecem outros pra indicar? Deixem no comentário e se vocês gostarem de posts assim vou procurar fazer mais.


De Repente - Nichole Chase

Hoje trago pra vocês uma resenha desse livro que li já faz algum tempo, por tanto não é nem um lançamento, mas como quero trazer mais resenhas pra o blog achei que seria legal. Eu reli ele pra ter certeza do que iria falar e estou me sentindo da mesma forma que me senti quando li a primeira vez, estou com aquela sensação de não acredito que já acabou, mas eu confesso que fui surpreendida e não foi de uma maneira muito boa. Acho que criei algumas expectativas sobre o livro que não foram muito alcançadas, mas também não estou completamente decepcionada. Isso faz sentido?


Autora: Nichole Chase
Editora: Pandorga
Páginas: 452
Classificação: ❤ ❤ ❤ ❤
Sinopse: Samantha Rousseau é uma garota que está acostumada a sujar as mãos. Ela faz mestrado em biologia da vida selvagem enquanto ajuda a cuidar de seu pai doente. Logo, não tem tempo para fofocas de celebridades, roupas da moda ou férias em algum paraíso do Caribe. Quando a duquesa do pequeno país da Lilaria a convida para jantar, Samantha pensa que é para discutir uma doação para sua pesquisa universitária. Mas a verdade mudará o curso de sua vida de uma maneira que ela nunca sonhou. Alex D’Lynsal, príncipe da Lilaria, já rendeu muitas manchetes escandalosas à imprensa. Mas as últimas fotos divulgadas o levaram a fugir para a América e desistir de vez das mulheres. Isto é, até ele conhecer Samantha! Ela é teimosa, determinada e incrivelmente sexy. Sem mencionar que é herdeira de um Estado inteiro, o que a coloca constantemente na primeira página de qualquer jornal. Enquanto Sam aprende a viver em um mundo de política e riqueza, ela também precisa se esquivar de seus sentimentos crescentes por Alex. Afinal, se entregar a eles significaria mais do que apenas se apaixonar; significaria aceitar o peso de uma nação sobre seus ombros.

Meu andar furioso me levou rapidamente até a mesa ao lado da qual Alfred estava. Eu alcancei-o a tempo de ouvir suas últimas palavras.
— Ela tem uma aparência bastante duvidosa.
— A mulher "de aparência bastante duvidosa" está bem ao seu lado. Seu imbecil. — Olhei para a cabeça dele, mal percebendo as pessoas à mesa, até elas se levantarem.

De Repente é um livro que eu descobri por acaso pesquisando por livros novos em uma época que nada do que eu lia realmente me empolgava. Eu sou meio de fases e na época eu queria uma leitura mais de boa, bem tranquilinha. Em De Repente, a autora Nichole Chase nos apresenta a história de Samantha Rousseau, uma bióloga de animais selvagens, especializada em aves de rapina. Sam é uma garota normal, que mora com a sua amiga Jess. A mãe dela morreu alguns anos atrás e o seu padrasto, que ela considera como pai é doente. A vida dela vai começar a mudar quando um homem a aborda na saída do trabalho para avisar que a Duquesa Rose Sverelle de Dollange gostaria de jantar com ela. Inicialmente Sam pensa se tratar de um engano, mas depois de certa insistência do homem, ela começa a achar que é algo relacionado ao centro de pesquisas em que trabalha e finalmente aceita encontrar com a Duquesa. Mas no jantar Samantha descobre que seus ancestrais faziam parte da realeza de Lilaria e esse pequeno fato muda toda a sua vida.

Ok, eu confesso que comecei o livro com algumas expectativas, acho que por isso acabei me decepcionando um pouco. O livro em si é bom, uma história leve, um tema clichê exatamente do jeito que eu gosto. É uma leitura um tanto quanto rápida também. A escrita de Nichole é boa, não é cansativa e me prendeu bastante pra ser sincera. A Samantha é uma personagem com seus dramas, dúvidas, mas uma personagem de personalidade bem forte. Gostei bastante dela.

Eu estava falando com um príncipe, um príncipe de verdade, e minha primeira interação com ele era descrever um personagem de uma história em quadrinhos. Pelo menos eu não era uma babona que ficava só olhando para a cara dele.


Gostei também dos outros personagens, principalmente do Príncipe Alex D'Lynsal, ou Príncipe Gostosinho. Confesso que no inicio do livro eu achava que ele seria daqueles personagens bem arrogantes, mas me enganei. Ele é maravilhoso, ele é arrogante na medida certa. Ele não é nem meloso demais, nem indiferente demais com a Sam. Gostei do desenrolar da relação dos dois. Achei legal o fato de mesmo eles tendo se envolvido tão rápido, os dois não ficaram realmente juntos no mesmo momento. Teve toda uma história antes deles finalmente se assumirem. Até porque no passado de Alex existe um escândalo que faz com que a Samantha perceba que ao se envolver com ele, os dois seriam sempre expostos nos programas de televisão, nas revistas e nos jornais. E quando Sam vai pra Lilaria, ela tem uma amostra de toda a confusão que os paparazzis podem causar e faz com que ela fique meio receiosa quanto a assumir o relacionamento, assumir que está apaixonada por Alex.

Ah, tem a Cath também irmã de Alex. Eu adorei o jeito dela, achei bem fofa. Fiquei imaginando que talvez, se eu fosse parte dessa história eu iria gostar de ser amiga dela. E o que falar de Chadwick, o assistente de Samantha quando ela vai pra Lilaria? Sério, eu quero muito um assistente como ele.


— Nada é tão bom ou ruim quanto você pensa que será. Lilaria é só um lugar. Suas atitudes é que vão fazer a diferença

Mas o que me decepcionou um pouco foi o fato de que a autora não se aprofundou tanto nos personagens, seja no passado ou nas personalidades. Alguns personagens podiam ser trabalhados talvez de uma forma um pouco melhor. E por esse fato de ter faltado o aprofundamento dos personagens eu senti como se faltasse alguma coisa na história. Mas não me entendam mal, o livro ainda continua sendo muito bom, talvez tenha sido só uma impressão minha, mas foi uma coisa que me incomodou. Fora isso, o livro te faz rir com algumas tiradas até bem engraçadas, vai fazer você se emocionar, se irritar um pouco em outras. É um livro bom, que vale a pena a leitura se você não for com grandes expectativas. Se você gosta de O Diário da Princesa, provavelmente vai acabar gostando desse também.

Compre aqui:

4 países europeus que eu quero muito conhecer.


Eu sou aquele tipo de pessoa que quando se interessa por algo começa a pesquisar loucamente por aquele assunto. Eu pesquiso tudo que eu puder, leio tudo relacionado, vejo vídeos, filmes, não consigo parar de pesquisar. E isso aconteceu algumas vezes com alguns países. Sempre tive interesse em conhecer novos lugares, tenho o sonho de um dia fazer uma viagem por vários países, quem sabe conhecer o mundo inteiro? A questão é que alguns lugares me encantam mais do que outros, alguns eu tenho uma curiosidade muito maior ou até mesmo uma paixão por determinado lugar, mesmo sem conhecer pessoalmente. Então eu pensei que seria legal compartilhar com vocês alguns dos países que quero conhecer, mas esse post é só sobre os meus países europeus preferidos.


1. Inglaterra


Quase um clichê essa escolha né? Mas é real. Eu sinceramente nem mesmo sou capaz de lembrar quando o amor que sinto por esse país começou, mas é algo realmente antigo. Eu era uma criança ainda e até hoje continuo apaixonada por esse país, pra ser sincera isso é algo que só fortalece e me faz sonhar cada dia mais em conhecer e quem sabe morar um tempo por lá. Amo a cultura de lá, as casas, as paisagens sejam elas urbanas ou não. Não sei se é coisa da minha cabeça, mas acho que lá o clássico se junta ao urbano de uma maneira muito legal. Algumas das minhas cidades preferidas são Londres, Sheffield, Manchester, Brighton, Nottingham e Bournemouth. 

2. Suíça 



A Suíça é outro país que eu acho lindo. Sou apaixonada pela paisagem dos alpes suíços, aquela neve deixando a paisagem branquinha. Os castelos espalhados pelo país. Sério, se tem uma coisa que eu adoro é pesquisar sobre castelos, reis, rainhas, príncipes e princesas. E na Suíça tem alguns castelos que eu adoraria conhecer. E assim como na Inglaterra, eu tenho algumas cidades preferidas que adoraria conhecer, na verdade são cinco cidades: Berna, Zurique, Soleura, St. Moritz e Lucerna.

3. França


Acho que dispensa apresentações não é? Gosto  muito da França, mas já ouvi tantos comentários negativos sobre que acabo até desanimando um pouco. Mas França é França não é mesmo? Paris, a Torre Eiffel, o Museu do Louvre e vários outros lugares. No meu antigo quarto eu até tinha um quadro com a Torre Eiffel e aquelas miniaturas da torre tenho também na decoração. Acho tão lindo. Algumas das minhas cidades preferidas e que gostaria muito de conhecer: Paris, Versalhes, Metz e Nice.

4. Liechtenstein



Muito provavelmente essa não é uma escolha tão comum né? Certo dia me bateu uma curiosidade sobre os países onde ainda exista monarquia e então Liechtenstein apareceu. Comecei a pesquisar um pouco sobre o país, que na verdade é um microestado com uma área de aproximadamente 160km², ele fica entre a Áustria e a Suíça. Sei que não é um lugar que qualquer pessoa gostaria, até porque não tem tanta opção por lá, inclusive não é um país que seja "rota obrigatória" dos turistas que vão na Europa. Acho legal ver como as pessoas vivem em um país tão pequeno e dizem que a vida por lá é boa. A cidade principal, Vaduz, é também a que mais quero conhecer, apesar de que de tão pequeno dá pra conhecer o país inteiro.

Bom, esses são os meus preferidos e com certeza são os primeiros que irei um dia. Mas e vocês, conhecem algum deles ou tem vontade de ir? Me contem ai nos comentários.

Ah, esse post estava nos meus rascunhos desde que decidi apagar tudo e recomeçar. Eu postei ele no ano passado, mas como é algo que eu realmente gosto achei que seria legal dar uma olhada e postar novamente.

Quartos pequenos para se inspirar na decoração.


Hoje em dia tem sido cada vez mais difícil encontrar apartamentos com um tamanho legal, em grande maioria estão construindo apartamentos cada vez menores com quartos pequenos e valorizando a área comum dos prédios. Pelo menos aqui em Recife eu tenho notado bastante isso. Aqui no meu bairro mesmo são vários e vários prédios sendo construídos, com anúncio de venda do apartamento na planta e quando você vai olhar o condomínio tem tudo que você possa imaginar, desde uma simples piscina até mesmo a pequenos home cinemas (pois é, até cinema tem!), mas quando você vai olhar o tamanho do apartamento ele tem no máximo 63m² e com esse tamanho ele tem 3 QUARTOS, às veze 4 quartos. Bom, por ai já podemos imaginar o tamanho dos quartos né? Então esse post é pra você que tem ou está se mudando para um apartamento onde os quartos são pequenos.





As dicas principais para se ter um ambiente legal no seu quarto, mesmo que pequeno, são você optar sempre pelas cores claras principalmente o branco que sempre vai dar impressão de claridade, de que o ambiente é maior e se isso você ainda colocar junto com um espelho, o quarto fica ainda maior já que o espelho causa uma impressão de profundidade. Outra coisa que facilita muito é o uso de prateleiras, nichos, você pode usar e abusar disso tanto para colocar livros, quanto alguns objetos decorativos. A televisão, opte sempre por colocar embutida na parede, pra que assim não ocupe um espaço que você não tem. Se sua cama tiver espaço embaixo opte por usar caixas para guardar algumas coisas, tipo cobertores ou outras coisas, como exemplo em algumas das fotos, ou se for o caso de ter os moveis planejados, opte por uma cama com gavetas, baú, tudo que for possível para que você tenha o máximo de espaço possível para guardar suas coisas. A palavra chave para quartos pequenos é otimização, aproveitar cada cantinho que for possível.

São muitas formas de organizar o quarto, um lugar maravilhoso para achar muitas dicas é o pinterest. Eu às vezes jogo lá no search por bedroom ou bedroom small e passo horas olhando as fotos que aparecem nos resultados. Mas me contem, como é o quarto de vocês? 

44 tatuagens minimalistas para se inspirar.

Você também gosta de tatuagens e tem vontade de fazer uma? Ou até quem sabe, fazer mais uma? Sabe aquela história que dizem por ai de que quando você faz a primeira tatuagem você não para mais e quer sempre fazer mais uma? Pois é, isso é verdade. Desde que eu fiz a minha primeira tatuagens alguns anos atrás, sempre que me dá vontade eu acabo fazendo uma nova. Agora eu tenho quatro, mas a vontade é de fazer muitas outras. Mas confesso, eu não sou muito fã de tatuagens grandes, não em mim. Acho bonito nos outros, mas tatuagens grandes demais não combinam comigo. Gosto daquelas pequenas, delicadas ou então frases, letras de música e coisinhas assim...

Ultimamente eu tenho tido muita vontade de fazer mais uma ou duas tatuagens e ando vendo muitos desenhos, porque tenho ideias de sobra na minha cabeça, mas sempre tento achar alguma coisa legal que combine comigo. Então pensando nisso, resolvi trazer pra vocês algumas inspirações de tatuagens minimalistas. 

Tatuagens minimalistas são desenhos pequenos e discretos, com poucas cores. Na maioria das vezes eu as vejo mais na cor preta e quando recebem cor, são cores mais claras ou as mais clássicas como vermelha e azul. Muitas vezes, apesar de serem bem simples elas possuem significados imensos. Ou claro, também pode ser só um desenho que você goste e que não tenha significado. Eu prefiro as com significado, mas acho que isso depende de cada um. 

Espero que gostem das tatuagens que escolhi.


E vocês, tem alguma tatuagem ou a intenção de fazer alguma? Conta pra mim aqui nos comentários!

Decorando com almofadas


Sou apaixonada por decoração, amo ficar pesquisando referências e inspirações para mudar uma coisinha aqui ou ali. Às vezes nem mudo nada, mas gosto de guardar pra quem sabe um dia na minha própria casa usar aquilo de inspiração. Ultimamente eu tenho pesquisado muito mais sobre isso. Como acabei de me mudar, eu estou aos pouquinhos decorando meu quarto pra deixar ele do jeitinho que eu quero e nessas horas o pinterest é um maravilhoso aliado, aproveita pra me seguir por lá também. 
Uma das coisas que eu tenho buscado inspiração é a combinação das almofadas. Eu acho super lindo aquelas camas cheias de almofadas, dá um ar aconchegante pra o quarto né? Então decidi compartilhar com vocês algumas das que eu mais gostei e também fiz uma busca de sites onde vocês podem comprar umas almofadas legais dos mais variados preços.

Me desculpem pelo meu vício em preto e branco, mas quando terminei é que percebi que a maioria das almofadas são em P&B, mas a intenção era apenas mostrar algumas inspirações. Como eu ando pesquisando bastante lugares que tenham almofadas legais tipo as que eu vejo pelo pinterest e em blogs de decoração, acabei selecionando algumas com os links de onde encontrar. Os preços variam um pouco e algumas são parecidas ou inspiradas nas que aparecem nas fotos de inspirações. 


01. Almofada étnica preto e branco do Ali Express  | 02. Almofada estampada azul e branco do Ali Express  | 03. Almofada de flamingos do Ali Express  | 04. Almofada grid preto e branco dupla da Tok Stok  | 05. Almofada chevron preto e dourado da Tok Stok | 06. Almofada de pelo branco da Elephant Loja

Além dessas, eu também gostei de algumas na Etna com um preço super em conta. Tem umas lindinhas por R$9,99, R$12,99 e claro, tem as mais caras também. Acho que vale super a pena dar uma olhada por lá pra quem tá interessada em comprar algumas, só é bom lembrar que em todas as almofadas citadas, nenhuma vem com o enchimento que é comprado separadamente.

Mas e ai, o que acharam? Qual item de decoração vocês mais gostam? E qual é o seu item de desejo ultimamente? 

Estilo de blogueira: Luanna Perez


Eu já acompanho a Luanna tem algum tempo, desde aquela época em que o lookbook esteve em seu auge. A Lua, como é mais conhecida, tem looks incríveis. Eu tenho quase certeza que você já deve ter visto algum dos looks dela e babado um pouquinho, ou até mesmo suspirado vendo o cabelo lindo dela e que já é uma marca registrada. Eu particularmente acho o estilo da luanna bem lindo, acho também um estilo fácil de se inspirar. Ela tem muitos looks mais pra inverno, mas alguns bem lindinhos para o verão também.


Sério, eu sou apaixonada pelos looks dela. Sinceramente, se fosse pra roubar o guarda roupa de alguma blogueira muito provavelmente seria o dela. Acho que o estilo predominante no armário dela é o grunge, mas ela também mescla um pouco com o boho em alguns looks. As cores são sempre mais básicas, normalmente usando bastante preto, branco, vinho, verde militar e cinza. Ela usa bastante estampa, em sua maioria com fundo escuro. Ela gosta bastante de jeans rasgado, sejam eles jeans claro ou pretos. Usa bastante gorros e chapéus e muitas vezes quando não usa nenhum deles, ela prende o cabelo. Um detalhe que acredito eu faça muita diferença é que praticamente todas as calças, shorts e saias dela são de cintura alta, acho que dão um charme a mais nos looks da Lua. Outra coisa que ela também usa e abusa são as sobreposições, na maioria dos looks ela tá sempre com pelo menos uma jaqueta ou uma camisa. 




Os sapatos... Ai, como eu amo os sapatos dela. Sério, sou apaixonada por praticamente todos que ela usa nos looks. Ela usa bastante sapatos com saltos retos e pesados, mas tem alguns outros mais leves. Mas sem dúvida, os sapatos preferidos dela são os creepers que sinceramente, super combinam com ela. Já os acessórios, a Lua não usa nada muito exagerado optando sempre por alguns bonitos, porém mais discretos e minimalistas. Ela também ama óculos escuro, tem vários.  



Para conhecer mais sobre ela: 

© Love, Camie. Design by Fearne.